Literatura e cegueira em livro lançando pela Editora Paz & Terra

/, Dicas culturais, Literatura/Literatura e cegueira em livro lançando pela Editora Paz & Terra
Leitura e cegueira. Duas palavras que parecem opostas. E o tema de Ler e escrever no escuro: a literatura através da cegueira, escrito por Denise Schittine, lançado pela Editora Paz & Terra.
Apaixonada por literatura e vinda de uma família de amantes de livros que sofreram com problemas de visão, Denise Schittine se inspirou na novela Mondo di carta, de Pirandello, para buscar na vida real como os homens que ficam cegos reconstroem sua relação com o texto.  Logo no começo de sua jornada, observou que todo leitor é cego de alguma maneira. “Cego aos objetivos do autor e aos caminhos que vai percorrer”, é o texto de introdução do livro.
“Comecei este trabalhando imaginando que estava na dianteira: eu enxergava, eu pesquisava, eu conhecia os teóricos, eu ia como guia, à frente deles com meu báculo. Era eu a mulher do médico em ‘Ensaio sobre a cegueira’. Mas, também como ela, aprendi aos poucos a observar em silêncio os gestos, os movimentos e as vozes desses cegos, a entrar um pouco no mundo deles. Ao cabo de alguns dias, tinha perdido o meu báculo, estava no escuro do labirinto textual  e, por incrível que pareça, os meus guias para chegar ao centro foram eles. Não tinha mais a ilusão de ser a única dona do fio de Ariadne. Ele me foi estendido por homens de olhos enfermos, mas de mãos firmes que, comigo, trançaram e teceram os fios desse texto”, declara Schittine.
Estabelecendo um diálogo entre autores e leitores e se fundamentando na perspectiva de estudiosos como Roland Barthes, o livro perpassa questões que surgem para o leitor e o autor cegos, como o ambiente da leitura e as relações de privacidade e liberdade, o papel do ledor, o uso de audiobooks e o aprendizado do sistema braile. 
Doutora em Literatura, Schittine se vale também de duas conhecidas histórias de cegueira no universo literário. A do argentino Jorge Luis Borges, que, depois de ficar cego, voltou-se inteiramente para a tradição oral e para a poesia clássica, e o caso de João Cabral de Melo Neto, que resistiu à perda da visão evitando a presença do ledor e afirmando que não tinha paciência e nem ouvido para a escuta. Seu maior ressentimento era não poder olhar mais as palavras. 
Um livro de esclarecimento, em que a escuridão está na forma que se escolhe viver.
Ler e escrever no escuro, Denise Schittine, é mais um lançamento da Editora Paz & Terra (Grupo Editorial Record).
Nas livrarias e sites especializados.

EM TEMPO:
Ler e escrever no escuro será lançado nesta quarta às 19h na Livraria da Travessa de Ipanema, no Rio de Janeiro.
Rua Visconde de Pirajá, 572. (21) 3205-9002

Agradecimentos: Grupo Editorial Record.
Até a próxima,
2016-11-30T13:15:00+00:00 0 Comentários

Sobre o Autor:

Lathife Porto
Meu nome é Lathife Porto, tenho 33 anos, sou jornalista, assessora de imprensa, e apaixonada por arte e cultura. Moro no Rio de Janeiro, estou sempre em Paraty {RJ}, mas você pode me encontrar em qualquer lugar do mundo – principalmente no mundo virtual.

Deixar Um Comentário