Festival do Rio 2017: Barrage

Catherine (Lolita Chammah) volta para Luxemburgo em busca de se reconciliar com sua filha Alba (Themis Pauwels), a quem tinha confiado à sua mãe Elizabeth (Isabelle Huppert) dez anos atrás. Alba é fria e distante com a até então estranha aparecendo inesperadamente em sua vida, assim como Elisabeth, que deseja proteger a menina. Certo dia Catherine não aguenta mais e rapta Alba, levando-a em uma viagem para um lago no norte, e começa uma viagem inquietante sobre o amor maternal. Essa é a história de Barrage.

Dirigido por Laura Schroede, o filme é o candidato de Luxemburgo ao Oscar 2018 e foi exibido na mostra Fórum do Festival de Berlim 2017. No elenco um nome de peso: Isabelle Huppert, indicada ao Oscar de Melhor Atriz 2017 e uma das principais presenças na temporada de premiações do início deste ano.

O longa é dirigido e interpretado por mulheres e incluído no universo delas: a mãe que abandonou a filha aos cuidados da avó. Motivos, desculpas, razões, sentimentos, emoções, revoltas. Mulheres de idades diferentes que viveram a mesma história cada uma da sua posição. Cada uma com a sua verdade. Cada uma com a sua justificativa de passado e necessidade de futuro.

Barrage mostra com sensibilidade e um pouco da agressão digna de sentimentos mal resolvidos aquilo que nos une – relacionamentos. Laura Schroede sabe conduzir seu bom elenco, em cenários extremamente significativos para a história.

Lindo, feminino, universal.

Para saber os horários e locais de exibição deste filme e a programação completa do Festival do Rio acesse www.festivaldorio.com.br.

A VISÃO.ARTE está no Festival do Rio. Acompanhe tudo aqui e nas nossas redes sociais.

Viva o Cinema! Viva o Rio de Janeiro, cenário dos mais lindos! Viva a paz na Cidade Maravilhosa!

Até a próxima,

2017-10-09T03:19:55+00:00 0 Comentários

Sobre o Autor:

Lathife Porto
Meu nome é Lathife Porto, tenho 33 anos, sou jornalista, assessora de imprensa, e apaixonada por arte e cultura. Moro no Rio de Janeiro, estou sempre em Paraty {RJ}, mas você pode me encontrar em qualquer lugar do mundo – principalmente no mundo virtual.

Deixar Um Comentário